AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





quinta-feira, 1 de outubro de 2015

SANTO ANDRÉ/SP - GCM tem mulher no subcomando

Desde criança, quando brincava de polícia e ladrão, Vilma da Silva Tavares, 43 anos, sonhava em trabalhar com Segurança pública. Hoje ela é a primeira mulher que exerce o cargo de subcomandante da GCM (Guarda Civil Municipal) de Santo André.
Ela, que entrou na corporação em 1990 com a segunda turma de mulheres, tem como principal batalha o ingresso delas na GCM. Atualmente são 617 guardas-civis, sendo que apenas 109 são do sexo feminino. “Meu sonho é que cada viatura opere com um homem e uma mulher. Na minha visão é o ideal, porque é importante para o atendimento de ocorrências. Tenho o desejo de ver o número de guardas aumentar e que elas atuem cada vez mais no campo operacional”, afirmou.
Para chegar até o cargo atual, Vilma não mediu esforços. Além de ser uma das poucas mulheres da corporação, ela também está entre as três que operam em motocicletas e são professoras instrutoras de tiro do Método Giraldi. Tem formação acadêmica em Gestão em Segurança Pública e 38 cursos pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), entre eles Mediação de Conflitos, Direitos Humanos e Uso Diferenciado da Força. Ela também é instrutora de armamento e tiro formada pela Polícia Civil.
Mesmo com extenso currículo conquistado na corporação e enorme paixão pelo que faz, o início da carreira não foi fácil para Vilma. Segundo ela, o caminho era mais longo para as mulheres. “Foi uma conquista diária. A gente teve algumas dificuldades de relacionamento com os guardas. Às vezes eles ficavam incomodados com a gente. Até mesmo a questão do uniforme era bem diferente, uma saia calça e um chapéu mais arredondado.”
Hoje, segundo ela, a situação é diferente, mesmo com o número pequeno de mulheres na corporação. “Atualmente temos patrulheiras, o que antes era muito difícil de se ver. Já representa um grande avanço”, disse.
Embora fale com tranquilidade de suas atividades diárias, Vilma já encarou a morte de perto. Em perseguição a um carro roubado, o ladrão disparou vários tiros em sua direção. Ela pilotava uma motocicleta e quase foi atingida. “O que mais me impressionou foi que ele só tinha 12 anos, uma criança que mal alcançava o pedal para dirigir. Nem consegui pensar direito que podia morrer, fiquei muito comovida com a idade dele”, contou, emocionada.
Outra atividade difícil é o acompanhamento aos moradores de rua e usuários de drogas, principalmente na região da Tamarutaca. Além do programa do governo federal Crack, É Possível Vencer, que capacitou guardas-civis da cidade, há acompanhamento das ações da Secretaria de Saúde. “É difícil, como mulher, você ver muitas meninas grávidas e crianças naquela situação. O mais triste é que, na maioria das vezes, elas não querem receber ajuda.”
Mesmo com todas as dificuldades, Vilma destaca que o principal para a profissão é a coragem. “Você precisa ter coragem para sair de casa e trabalhar todos os dias. O que a gente precisa mesmo é de comprometimento”, disse.
Ela tem dois sobrinhos, um de 23 anos e outro de 26, que cria desde a morte da irmã por aneurisma e considera os seus filhos. Nascida no Parque das Nações, afirma esperar ser exemplo para a família e as colegas no futuro, o que já acontece. “Sinto um orgulho imenso de estar aqui.”
fonte: http://www.dgabc.com.br/Noticia/1591098/gcm-tem-mulher-no-subcomando

Nenhum comentário:

Postar um comentário