AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Aqui não, ladrão: vizinhos criam patrulha contra assaltos em bairro de Campo Grande

Cansados da falta de segurança, moradores usam placas para 'intimidar'
“Aqui não, ladrão: vizinhos unidos”. Se preferir tem outra: “Vizinhos em alerta: união e paz. Área vigiada pela comunidade. Qualquer atitude suspeita a polícia será acionada imediatamente”. Através de placas para intimidar e da união, moradores de bairro de Campo Grande solucionaram o problema de falta de segurança.
Acostumados com a tranquilidade, os moradores foram vítimas de onda de assaltos e roubos. A polícia, a Guarda Civil Municipal e guardinha passando de moto à noite não foram suficientes para devolver a paz aos moradores. “Trinta anos que moro aqui, nunca foi assim. Depois que assaltaram a casa da minha filha ela resolveu tomar uma providência”, conta idoso.
Aqui não
Assaltada no ano passado, a idealizadora do grupo conta que a união dos vizinhos foi o carro chefe para a ideia sair do papel. “Procuramos os vizinhos, criamos um grupo no WhatsApp e fizemos as placas para todos colocarem na frente das casas”.
De julho para cá, são mais de 15 casas com a placa. A intimidação funcionou: nenhuma das residências foi assaltada ou furtada desde então. “Estamos ligados. Quando um sai, avisa. Todos concordaram que um ia cuidar literalmente da vida do outro”, destaca.
A idealizadora garante que os vizinhos se divertem em meio à preocupação. “É um grupo dinâmico, divertido. Trouxe o sossego de volta e a gente dá risada, brinca. No fim serviu também para os vizinhos se conhecerem melhor, para nos aproximarmos”, observa.
Segundo relato dos moradores, desde que as placas tomaram conta das casas a polícia passou a fazer rondas na região e os ladrões deixaram de tentar furtos ou assaltos. “A coisa mudou. Muitas casas também têm câmeras então não picham mais, usuário de droga não fica mais na frente das casas, dificultamos o máximo que conseguimos”, conta morador.
Vizinhos em alerta
A efetividade do “Aqui não, ladrão: vizinhos unidos” chamou a atenção e mais placas estão sendo feitas a pedido de moradores. No mesmo bairro há outra placa figurando em vários portões: “Vizinhos em alerta: união e paz. Área vigiada pela comunidade. Qualquer atitude suspeita a polícia será acionada imediatamente”.
A história é praticamente idêntica. “Uma vizinha nossa comprou e mobiliou uma casa e foi viajar. Quando ela voltou, tinham levado todos os móveis. Ai em abril ela resolveu fazer a placa e avisou a gente. Tem um monte neste quarteirão e em outros”, relata moradora.
Assim como o “Aqui não, ladrão”, as placas surtiram o efeito desejado: nenhuma casa foi roubada ou assaltada. “Deixa o bandido com medo, ele desiste. Trouxe o sossego de volta”.
(Os entrevistados e o bairro não foram identificados por questões de segurança)
fonte: http://www.midiamax.com.br/cotidiano/aqui-nao-ladrao-vizinhos-se-unem-se-proteger-evitar-assaltos-campo-grande-275693

Nenhum comentário:

Postar um comentário