AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





segunda-feira, 18 de novembro de 2013

SÃO LUIS/MA - Guardas-municipais de São Luís paralisam atividades

Eles reclamam que estão sem os portes de armas.
Vigilância de locais teve que ser feita por seguranças particulares.

 

Guardas-municipais de São Luís resolveram parar suas atividades e não saíram do quartel nesta sexta-feira (15). Eles alegam que não têm condições de trabalhar porque estão sem coletes à prova de balas e sem armas desde quarta-feira (13).
Sem os agentes, no Terminal da Integração da Praia Grande, por exemplo, durante todo o dia a vigilância foi feita por seguranças particulares. Na prefeitura, a cabine da guarda ficou vazia durante o feriado. Assim como no terminal, no prédio a segurança foi feita por homens de empresas contratadas.
O aquartelamento começou depois que o comando decidiu pedir de volta todas as armas e coletes à prova de balas que estavam com a corporação. Segundo a guarda Vilma Lima Costa, que passou o dia dentro do quartel, as armas foram recolhidas na quarta porque a maioria está com as licenças para portar armas vencidas.
“Estamos aguardando a decisão do comando, porque desde junho o nosso porte de armas está vencido. Ele precisa tomar uma providência. Hoje era para estarmos no Terminal do São Cristóvão, mas não pudemos ir por conta disso. Como vamos ficar sem os coletes, sem o armamento? Nossa segurança é em cima disso”, afirmou a guarda-municipal.
De acordo com a categoria neta sexta-feira cem por 100% do efetivo, de cerca de 520, aderiu a paralisação.
A Prefeitura de São Luís esclareceu que o porte de armas e de material como coletes à prova de bala e algema, é controlado por meio de um convênio com a polícia federal, que está vencido. Um novo convênio, segundo a prefeitura, deverá ser celebrado na próxima semana. Durante esse período os guardas passarão por treinamento e reciclagem do uso do material de carga.

fonte: http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2013/11/guardas-municipais-de-sao-luis-paralisam-atividades.html

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário