AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





segunda-feira, 18 de novembro de 2013

CAMPINAS/SP - Campinas perde efetivo da Guarda e atrasa reforço por causa de lei fiscal

Sete servidores saíram da corporação desde janeiro, segundo a Prefeitura.
Secretário de Segurança planeja contratar de 50 a 100 agentes em 2014.

Guarda já perdeu sete servidores neste ano
(Foto: Carlos Bassan / Prefeitura de Campinas)

 


A Guarda Municipal de Campinas (SP) teve redução do efetivo em 2013, segundo a Prefeitura. Entre os sete servidores que deixaram a corporação desde janeiro, agora formada por 697 integrantes, estão três aposentados e o profissional exonerado após ser flagrado em uma briga durante o jogo entre Corinthians e Vasco, em Brasília (DF). Em entrevista ao G1, o secretário municipal de Segurança, Luiz Augusto Baggio, admite atraso no reforço de pessoal e diz que planeja cortar gastos da pasta com a revisão dos contratos para aluguel das viaturas.
"Vai atrasar, não tem jeito. O prefeito [Jonas Donizette] deixou claro que havia problemas sérios na Saúde, tivemos de abrir concurso para médicos e também para os profissionais da área de educação. É uma questão de prioridade, não dava para contratar todo mundo", defende ao mencionar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os outros quatro servidores que deixaram a Guarda pediram para sair da corporação. Antes de assumir a secretaria, Baggio esperava para este ano o reforço de 200 homens - trabalhando nas bases ou em fase de treinamento.
O secretário também alega que os R$ 3 milhões da pasta de Segurança tansferidos para ampliar o subsídio pago às empresas de ônibus do transporte público também não resolveriam o aumento de servidores. A LRF determina que o Executivo não ultrapasse o limite de 54% do orçamento do município com o pagamento de funcionários.

O Tribunal de Contas do estado de São Paulo (TCE-SP) recomenda um “limite prudencial” ainda menor e orienta os agentes públicos a não ultrapassarem 51,3% das receitas da cidade para pagamento de servidores.

Planejamento e economia com viaturas
Com orçamento de 2014 previsto em R$ 76 milhões, valor 5,8% superior ao aprovado para este ano, o secretário municipal de Segurança espera reforçar o efetivo com pelo menos 50 guardas durante o próximo ano. Contudo, ele avalia o novo montante como 'bem conservador'.

Novas motocicletas da Guarda de Campinas, SP
(Foto: Fernanda Sunega / Prefeitura de Campinas)
    

Ele agora inclui as despesas da CIMCamp [Central Integrada de Monitoramento]. Vamos tentar de 50 a 100 [guardas] para o ano que vem, e o restante para 2015", pondera o secretário. Para ampliar a verba da pasta disponível para investimentos, ele adianta que os contratos para aluguel das viaturas usadas pela corporação serão revisados.

"Espero uma economia de até 10%. Vamos estudar como será feito", fala. A Prefeitura de Campinas mantém dois contratos que somam R$ 6,4 milhões. Um deles termina no próximo, e o outro em 2015.

Distribuídos em dez bases, os guardas municipais usam 19 motocicletas, sendo que todas foram renovadas na quinta-feira (14), além de 90 carros, entre os quais, seis deles também substituídos por novos modelos na mesma data. De acordo com a assessoria da pasta, não houve custo para o município, já que os atuais acordos estabelecem a troca dos veículos.

Segundo a Prefeitura, pelo menos 50% do orçamento da pasta de Segurança foi usado neste ano para custos de pessoal, incluindo a folha de pagamentos, e o restante serviu para quitar outras despesas como estrutura e gastos com ferramentas e equipamentos. Além disso, pelo menos R$ 2,5 milhões foram direcionados para uso do Corpo de Bombeiros.
De acordo com Baggio, uma licitação para a compra de novas fardas da corporação também deve ser aberta até dezembro. O valor previsto para a renovação do material não foi confirmado. Além disso, segundo a assessoria da pasta de Segurança, pelo menos R$ 3,5 milhões do próximo orçamento serão usados para mordenização da CIMCamp.

fonte: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2013/11/campinas-perde-efetivo-da-guarda-e-atrasa-reforco-por-causa-de-lei-fiscal.html

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário