AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





quinta-feira, 1 de agosto de 2013

BARRA MANSA - Guarda Municipal apreende veículo com som alto


A Guarda Municipal apreendeu um veículo, no último domingo, pela primeira vez, após ter recebido atribuições mais abrangentes para manter a ordem no trânsito.

O veículo foi notificado por som alto e era conduzido por uma pessoa sem habilitação. A ação aconteceu por volta das 17h40, na Rua Antônio Graciano da Rocha, no bairro Vila Maria, após denúncias de moradores. Segundo os moradores é comum que carros com som alto fiquem parados no local. 

A cabeleireira Vera Lúcia afirma que todos os fins de semana têm que acionar a Polícia ou Guarda Municipal para resolver o problema, mas logo quando os agentes saem o som alto volta. 

- A Polícia vem e multa os carros, mas assim que os agentes vão embora o som volta mais alto ainda. O pior é que eles falam que R$80 não é nada - reclamou.

Ela também explica que quando um dos motoristas foi preso no domingo acharam que a situação melhoraria, mas nada foi alterado é problema continuou.

- Quando os guardas levaram o rapaz preso eu achei que o problema tinha acabado, mas foi só os agentes levarem ele que ligaram o som duas vezes mais alto e só foram desligar lá pela meia-noite - contou.

O comerciante João Gregório foi outro que reclamou muito da situação vivida no bairro. Ele citou que além do som alto, os carros fecham a rua causando transtornos para os outros negócios.

- Para mim atrapalha muito (o som alto), todos os fins de semana o meu negocio diminui pela quantidade de carros por aqui. Além de atrapalha a gente as famílias que moram aqui ficam em uma situação muito difícil - disse. 

O metalúrgico Roberto da Silva disse que a situação para os moradores está a cada dia pior principalmente nos fins de semana. Ele conta que a Rua Antônio Graciano da Rocha é refém dos carros de som, que durante todo o sábado e domingo ficam no local até altas horas da noite.

- Não tem como viver aqui, o som alto fica o tempo inteiro ligado. Eu faço turnos e quando chego em casa para dormir não consigo, não posso nem assistir televisão, pois a música ressoa dentro da minha casa. No domingo, mesmo com aquela confusão toda eles ficaram até mais de meia noite aqui - falou.

Roberto também reclamou do nível das músicas tocadas e da alta concentração de jovens e crianças no local. Segundo ele, mães levam crianças pequenas para o local e menores consomem bebidas alcoólicas sem o menor controle dos donos dos bares.

- Tinha que multar os donos dos bares, pois têm menores bebendo. Tem até mães que trazem crianças pequenas para cá sem o menor censo de que podem prejudicar a criança. 
O pior é que todas as músicas que eles colocam são funks que fazem apologias a drogas, sexo e crime. O que vai acontecer com essas crianças que crescem assim? - questionou.

Tuning

O gerente de uma loja especializada em som automotivo contou que os principais clientes são jovens, que buscam sempre o som mais potente possível. Ele também citou que os principais clientes usam a aparelhagem em competições.

O instalador Vinícius Elias contou que a maior parte dos clientes é de jovens que querem "ostentar". Ele também falou que alerta os clientes sobre as leis de som, mas que a grande maioria deles fazem as alterações para competir em campeonatos de tuning. 

- Quem mais vem aqui colocar som é a molecada da ostentação, jovens que querem chamar a atenção. Nós sempre procuramos alertar sobre as leis contra o som alto, mas como que mais utiliza nossos serviços são competidores a coisa é mais simples - explicou.

Sobre o limite de som para instalação, Vinícius conta que a única limitação para o serviço é o poder aquisitivo do cliente. 

- O limite dos clientes é o dinheiro. Já ceguei a montar um som de mais de R$ 15 mil aqui. Mas quem gasta alto com som é competidor, a molecada gasta em media R$ 4, R$ 5 mil - finalizou.


Guarda Municipal pode agir como polícia de trânsito

A Guarda Municipal se capacitou para atuar em mais um tipo de serviço no trânsito de Barra Mansa. O Boletim de Registro de Acidente de Trânsito, (Brat), que antes era emitido exclusivamente pela Polícia Militar, desde o dia 1º. Outra atribuições como aplicação de multas, guinchos e detenções também começaram a ser também de responsabilidade dos agentes da GM.

No domingo, pela primeira vez, a guarda realizou uma detenção. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, Marcos Antônio da Silva, o registro foi realizado na Vila Maria, quando um motorista tentou fugir ao ser multado por som alto.

Segundo Marcos ao ser notificado, o condutor do veículo foi detido e encaminhado ao posto da Polícia Rodoviária Federal. De acordo com os policiais foi constatado que o motorista, além de estar sem habilitação, estava alcoolizado.

- O motorista estava sem nenhuma documentação e desacatou os agentes que o notificaram. Ele está preso sem possibilidade de fiança - finalizou.






Nenhum comentário:

Postar um comentário