AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





sábado, 1 de junho de 2013

Crianças aliciadas pelo tráfico de drogas

Conselho Tutelar revela que quantidade de pequenos envolvidos com a venda de 
entorpecentes cresce

Apesar de não existir uma estatística concreta com o número exato de crianças –  que são pessoas com menos de 12 anos – envolvidas com o tráfico de drogas, o trabalho do Conselho Tutelar de Sorocaba tem mostrado que muitos meninos e até meninas estão sendo atraídos para este universo. Estes jovens e suas famílias são assistidos pela instituição.

E, infelizmente, engrossando esta estatística informal está um caso registrado pela Guarda Civil Municipal esta semana, na qual dois irmãos, de 11 e 12 anos, além de um adolescente de 13, foram flagrados vendendo entorpecentes na rua Humberto de Campos, nos fundos de uma escola estadual do Jardim Nova Esperança, zona norte da cidade.
Para justificar o envolvimento com o crime, os garotos disseram que “trabalham” para comprar lanche.
Denúncias anônimas guiaram os GCMs da Romu até o ponto de tráfico, onde o menino de 11 anos, junto com um de 16, foi abordado. “Ouvimos um barulho e constatamos que embaixo de um carro estavam os menores de 12 e 13 anos”, conta o GCM Da Guia, que apreendeu o grupo com os GCMs Picoli e Barbato.  Ao todo havia 73 flaconetes de cocaína, um pacote de 150 gramas da mesma droga e R$ 101.
Este é o segundo caso envolvendo crianças de 11 anos na mesma semana. “É muito importante registrar a ocorrência e, acima de tudo, informar o Conselho Tutelar”, alerta  o presidente da instituição, Eduardo Cacace Júnior. “Infelizmente casos envolvendo a esfera da droga estão cada vez mais comuns nesta idade”, conclui.
MAIS
Não há crimeO delegado seccional Marcelo Carriel ressalta que menores de 12 anos não cometem atos infracionais. “Criança comete ato antissocial e, mesmo que seja grave, não pode ser apreendida”, complementa.
1990 é o ano de criação do Estatuto da Criança e do Adolescente
Passos certos“É correto levar a criança na delegacia para fins de acionamento do Conselho Tutelar”, destaca. Com isso, o Conselho irá adotar todas as medidas protetivas necessária à criança e sua família e avaliar os casos.
Seis medidas  protetivas
1 encaminhamento aos pais ou responsável, mediante termo de responsabilidade;
2 orientação, apoio e acompanhamento temporários, tanto para criança quanto para família;
3 matrícula e frequência obrigatórias em estabelecimento oficial de ensino fundamental;
4 inclusão em programa comunitário ou oficial de auxílio à família, à criança e ao adolescente;
5 requisição de tratamento médico, psicológico ou psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial;
6 inclusão em programa oficial ou comunitário de auxílio, orientação e tratamento a alcoólatras e toxicômanos

Nenhum comentário:

Postar um comentário