AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

VOLTA REDONDA/RJ - GM de Volta Redonda é a segunda no Rio a usar sistema integrado de informações

Registro: Sistema permite que Guarda Municipal verifique placas de veículos e passagem criminal
Natacha Prado

natacha.prado@diariodovale.com.br
Volta Redonda
A Guarda Municipal de Volta Redonda é a segunda corporação do estado do Rio de Janeiro a utilizar a rede Infoseg, pertencente à Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública). Ela consiste em um sistema de segurança integrado, onde podem ser encontrados registros como nomes de condutores, placas de automóveis e passagem por crimes, e já está em operação desde a última sexta-feira.
De acordo com o comandante da GM, major Luiz Henrique Barbosa, o objetivo do sistema é verificar a condição do veículo, os antecedentes do condutor e as questões criminais que envolvem a ocorrência.
- Antes de implantarmos o sistema na GM, utilizávamos as informações da da 93ª DP ou da Polícia Militar - explicou, contando que em agosto do ano passado a Senasp abriu o sistema para utilização da Guarda Municipal.
Ele destacou que o sistema irá agilizar os procedimentos adotados nas ocorrências, já que as verificações nas ruas serão realizadas em tempo reduzido.
- O sistema já foi instalado nos computadores da GM e está sendo utilizado pelos agentes para oferecer uma pronta resposta na resolução das ocorrências. É um sistema sigiloso, e somente pode ser utilizado para apuração - frisou, completando que o sistema oferece dados de frotas internacionais.
Para funcionamento do sistema, os agentes precisam preencher as lacunas com informações básicas, como o número da placa, nome do condutor, número do chassi ou informações que forem do conhecimento do GM, explicou o major.
- O sistema já cadastrou convênios com 121 prefeituras. Alguns municípios também já formalizaram convênio, mas não cumpriram todas as etapas para adesão - informou.
O major disse ainda que a intenção é distribuir notebooks com conexão à internet para que os agentes possam trabalhar nas operações de forma mais eficiente.
- Nosso trabalho será utilizado com muita responsabilidade, já que reconhecemos que estamos utilizando informações sigilosas. Nossa intenção é integrar o sistema no cotidiano da GM, para que as verificações sejam manipuladas para o bem da própria população - ressaltou.
Ele lembrou que no caso dos leilões da Guarda, a fiscalização dos veículos permanecerá sendo feita pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito), já que o evento deve contar com respaldo legal.
- Nosso sistema consegue averiguar as mesmas informações, porém o trabalho continuará sendo prestado pelo órgão. Para promover um leilão é necessário que um perito habilitado do Detran realize a vistoria dos veículos envolvidos - informou.
Exigências
O major completou que apenas podem firmar convênio com o sistema os municípios cuja Guarda Municipal conte com uma corregedoria.
- Essas repartições devem estar vinculadas a uma ouvidoria externa ou órgãos equipados com mecanismos de fiscalização e controle. Além disso, o convênio terá duração de cinco anos, que podem ser prorrogados pelo mesmo período - explicou.
Luiz Henrique ainda lembrou que não são todos os agentes da GM que poderão ter acesso ao sistema integrado de informações, sendo exclusivo apenas para 6% do efetivo, que estejam em pleno exercício de suas funções.
- É exigência que a GM escolha um agente para ser coordenador operacional do sistema. Ele será responsável pela inclusão ou não dos usuários. Para exercer esta função escolhemos o inspetor João Batista dos Reis - disse ele, lembrando que, para funcionamento do sistema, o município deverá disponibilizar o acesso pela Rede Infoseg ao banco de dados do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) cobrado pela cidade, incluindo informações como endereço do imóvel, proprietário atual e anterior e valor do imóvel do imóvel, além da área construída.

fonte: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/5,69826,GM-de-Volta-Redonda-e-a-segunda-no-Rio-a-usar-sistema-integrado-de-informacoes.html#mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário