AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

MACEIO - Explosão na Deic deixa uma agente morta e quatro feridos, em Maceió.





Uma forte explosão na sede da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), no início da noite desta quinta-feira (20), causou a morte de uma policial civil e deixou outros quatro agentes feridos em Maceió, no estado de Alagoas, Região Nordeste do Brasil. O estrondo provocou pânico e tumulto no bairro do Farol e adjacências. Vidros de prédios vizinhos à delegacia se espalharam pelas ruas e atingiram populares.

O acidente aconteceu no paiol (depósito onde se guardam munições e artefatos), que ficava numa das salas da Deic, por volta das 18h25. Os policiais ficaram soterrados por alguns minutos, até a chegada do Corpo de Bombeiros Militar. Quando o socorro apareceu, quatro policiais civis - Carlos César, Genival Maurício, Luis César e Amanda Daniele - foram resgatados com vida dos escombros. Eles receberam o atendimento inicial das equipes dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e, em seguida, foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado.



Vítimas são socorridas
A agente Amélia Dantas, que integrava a diretora do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas ( Sindipol), não resistiu ao desastre e morreu no local. "Logo após o soterramento ela pedia socorro e se comunicava com os bombeiros e com a polícia. Mas, pouco tempo depois, não deu mais qualquer sinal. Após retirarmos o corpo dela dos escombros, um médico do Samu detectou que ela não tinha mais nenhum sinal vital e comunicou o óbito, lamentavelmente", informou a capitã Viviane Suzuki, do CBMAL. 

O corpo dela foi levado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que fica dentro do HGE, e, durante a madrugada, foi necropsiado. O exame constatou que ela não sofreu ferimentos graves e que a morte teria sido provocada por asfixia. Amália Dantas será sepultada no Campo Santo Parque das Flores, na tarde desta sexta-feira. 


Maria, diretora do Sindpol, não resistiu aos ferimentos
A explosão destruiu praticamente todo o prédio onde funcionava a Deic. Apenas uma parede ficou erguida. Todas as salas desabaram, inclusive os tetos, e até um árvore grande que existia no pátio da delegacia, teve sua raiz arrancada no acidente. 

Diversas guarnições militares foram mobilizadas para o local. A polícia isolou a área e afastou populares do entorno da região, já que havia risco de novas explosões. 

Toda a cúpula da Secretaria de Estado da Defesa Social foi até a sede da Deic. Em coletiva à imprensa, o secretário Dário César lamentou a tragédia e garantiu que as famílias das vítimas receberão a assistência necessária do governo. "Estamos aqui para prestar solidariedade e nos dispor a ajudar naquilo que for preciso. Neste primeiro momento, a prioridade é a vida. Quanto a policial que morreu no soterramento, arcaremos com todas as despesas. Ela morreu em serviço", disse ele. 


A escola Microlins, que fica ao lado da Deic, também teve a estrutura abalada. Os bombeiros isolaram a instituição e pediram para que nem funcionários e nem alunos adentrassem no prédio até que uma perícia fosse realizada. Nesta sexta-feira (21), os bombeiros retormam ao local da tragédia para periciar o que sobrou da Deic e os imóveis vizinhos.

Os estilhaços de vidro eram vistos ainda nas proximidades da Praça do Centenário e os efeitos da explosão foram sentidos em outros bairros de Maceió.


Teto de lanchonete próxima a DEIC caiu por conta da força da explosão
Policiais fazem corrente humana em frente a Deic.
fonte: http://guardamunicipaldetapiramuta-ba.blogspot.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário