AMPARO LEGAL

Amparo legal para este blog: Constituição Federal
Art. 1º. A República Federativa do Brasil, foramada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
...
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
...
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política...;
...
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo nao sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º. - é vetada toda e qualquer censura de natureza política ideológica e artística.
Sem espaço no mídia para divulgar os trabalhos realizados pelas Guardas Municipais do Brasil, este blog é mais uma ferramenta aliada para ampliar as ações cotidianas desta força policial que atua na segurança pública municipal.
GUARDA MUNICIPAL, órgão do poder público, legalmente investido no cargo, capacitados e treinados para cumprir as missões que lhes competem, com atribuição policial, fiscaliza, vigia, guarda, com sua presença (fardada) de caráter preventivo promove ações de segurança pública municipal, investido do poder de polícia da administração pública.

GUARDA MUNICIPAL, JUNTOS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
GUARDA CIDADÃ - DESDE 1985 -PROTEGE, ORIENTA E AUXILIA -
ATENDE PELO TELEFONE (15) 3262.3244, 3262.1118 e 199 (Defesa Civil) 24 HORAS
Endereço para correspondência: Praça Duque de Caxias, 32 Centro - Cep: 18540000
e-mail: guarda.subinspetor@portofeliz.sp.gov.br
MEU CONTATO É: yvetegon@hotmail.com

Telefones de emergência
100- Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nacional)
180- Delegacia Eepecializada do Atendimento à mulher
181- Disque denuncia
190 - Polícia Militar
193 - Bombeiros
194 - Polícia Federal
197 - Polícia Civil
199 - Guarda Civil Municipal e Defesa Civil (Porto Feliz)

A farda não é uma veste que se despe com facilidade ou até com indiferença, mas uma outra pele que adere a própria alma, irreversivelmente para sempre. (desconheço o autor)

Ao homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher (Salmos 25/12)

Este blog está no ar desde 27/06/2011
Parou em 20/12/2015 por motivos politicos


Não serão públicados comentários no anonimato em cumprimento ao Art. 5 - IV É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. C.F.





domingo, 30 de outubro de 2011

GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ RECUPERA VEÍCULO ROUBADO EM IPERÓ

Em patrulhamento preventivo na área rural, Rodovia Vicente Palma Km 03, uma equipe da Guarda Civil Municipal de Porto Feliz deparou com um veiculo Fiat Idea Adventure Flex - placas DXX 5020 - Iperó/SP aparentemente abandonado,  os GCMs fizeram pesquisa para averiguar sua procedência, foi constatado ser produto de roubo na cidade de Ipero/SP, o veículos foi rebocado até a Delegacia de Polícia para providencias da autoridade policial.  

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

INSPETOR THEODORO (DE CARREIRA) ASSUME O SUBCOMANDO DA GM DE NILÓPOLIS-RJ.

No último dia 02 de setembro do corrente, o Insp. Theodoro, assumiu como Subcomandante da Guarda Municipal de Nilópolis, fato este muito importante para os Guardas, pois o mesmo é de “ CARREIRA ’’ e quebrou um paradigma, pois todo o comando da Secretaria de Segurança e o da Guarda são de policias militares.
É uma conquista de toda guarda, pois sonhamos com comando próprio, e somos capazes de administrar com excelência. Já estou desenvolvendo vários projetos para tornar a GMN mas forte, cito alguns abaixo:

·        TECNOLOGIAS NÃO-LETAIS
·        RETORNO DA RONDA ESCOLAR
·        IMPLANTAR AS INSIGNIAS
·        VALORIZAR A TROPA
·        CRIAR O GAT ( GRUPAMENTO DE AÇÕES TÁTICAS)
·        CRIAR O GTM ( GRUPAMENTO TÁTICO DE MOTOCICLISTAS )
·        FAZER INTERCÂMBIOS COM OUTRAS GM’s
·        CURSOS NA ÁREA DE SEGURANÇA
·        FAZER UM SEMINÁRIO DE SEGURANÇA MUNICIPAL
·        CRIAR O DEPARTAMENTO DE ENSINO
·        CRIAR O  POLICIAMENTO DE GUARDAS COMUNITÁRIOS

Recentemente fiz um projeto para à Secretaria Nacional de Segurança, solicitando as Taser m-26, pois o Coordenador de Inteligência da SENASP Marcelo Barros é um grande amigo e braço direito da Secretaria Drª Regina Miki.
Agradeço a Deus, minha família e a meus companheiros nesta jornada árdua e gratificante.

Publicado em:  BLOG GM’s BAIXADA
Fonte: http://gcmdeibate.blogspot.com/

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

OPERAÇÃO GUARDA CIVIL MUNICIPAL E POLÍCIA CIVIL APREENDE ARMAS E MUNIÇÕES


Por volta das 10h00 operação envolvendo Guarda Civil Municipal e Polícia Civil cumprindo  mandado de busca e apreensão na rua Samuel Gomes de Toledo, Jardim Borba Gato, lograram êxito em localizar armas e munições intactos e deflagrados no interior da residência de L.A.O de 44 anos, no local Guardas apreenderam espingarda de pressão, vários frascos de pólvora, telescópio, máquinas caça níqueis, frascos de chumbinhos, 62 unidades de munição calibre 12 deflagrados, cartucho de calibre 32 deflagrados, cartucho de calibre 36 deflagrados, cartuchos de calibres 28 deflagrados, cartucho de calibre 20 deflagrados, vários cartucho de calibre 20 intactos, cartuchos de calibre 12 intactos,  cartucho de calibre 32 intactos, cartucheira calibre 12 mira laser, espingarda calibre 12 com cabo quebrado, kit para recarga de cartucho.

GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ CUMPRE MANDADO DE BUSCA E APREENSÃO

Por volta das 09h40 uma equipe da Guarda Civil Municipal foi solicitada pela juíza de Direito da 2ª. Vara Criminal e da Infância e Juventude na forma da Lei, manda o Comandante da Guarda Civil Municipal em cumprimento expedido nos autos de Execução de Medida Socioeducativa nº. 160 proceda a Busca Apreensão do adolescente A.C.M para que seja custodiado na unidade da Fundação CASA, tendo em vista que foi aplicada ao adolescente a medida socioeducativa de internação por prazo indeterminado. A equipe da GCM localizou o adolescente em sua residência.

GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ ATENDE ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA

Por volta das 19h00 a equipe da Guarda Civil Municipal foi acionada para atender um acidente de trânsito com vítima a Rua Plínio Martins Siqueira, a vítima era uma adolescente de 15 anos,  segundo o que relatou seu pai aos Guardas,  L.A.S estava brincando na calçada em frente sua residência quando uma moto desgovernada atropelou-a vindo a causar graves ferimentos, diante da gravidade, houve necessidade de acionar o resgate para imobilizar a vítima que foi conduzida a Santa Casa em Porto Feliz e posteriormente para uma Unidade em Sorocaba onde passaria por uma cirurgia.
A equipe da GCM ao averiguar o condutor da moto constatou que A. P. G de 18 anos não era habilitado, diante do exposto moto e condutor foram conduzidos a Delegacia de Policia, onde a moto ficou apreendida, e o condutor após qualificado foi liberado pela autoridade competente.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Guardas Municipais de Dourados recebem treinamento para operações noturnas

A Guarda Municipal de Dourados entre os dias17 a29 de outubro estará capacitando os seus agentes para atuação em ambientes confinados com baixa ou sem nenhuma luminosidade, atendendo o convênio firmado com o Ministério da Justiça/SENASP nº 900.119/2009.
O curso é ministrado pelo Policial Marcio Brum Torbes, com mais de 25 anos de experiência na área policial e um dos integrantes do Batalhão de Operações Especiais (BOE/RS), instrutor do CATI e um dos instrutores do CATI/SWAT.
Durante o curso são simulados casos que foram de ampla divulgação na imprensa como o “sequestro do ônibus linha174”e o caso “Eloá”.
Após as intervenções teóricas, os casos são colocados em prática, utilizando os recursos como armas de paintball, fogos de artifício, dispositivos de fumaça, etc. que colocam o agente muito próximo da realidade.
Participam também do treinamento os agentes da Polícia Militar (GETAM e TÁTICO), Polícia Civil e DEFRON, demonstrando total integração entre a Guarda Municipal e os demais órgãos de segurança pública de nosso município.

Guardas Municipais de Caieiras recebem treinamento de tiro

Clique na foto para ampliar É a primeira vez que todo o efetivo da guarda recebe qualificação em tiro com instrutores credenciados na Polícia Federal, em um treinamento teórico e prático. De acordo com o coordenador de segurança, Rodrigo Nery Santiago, depois da compra de pistolas pela Prefeitura de Caieiras, a necessidade de um curso de habilitação em tiro ficou em primeiro lugar. “Vimos a necessidade de que todos os profissionais estivessem aptos para a utilização desses equipamentos”, explica Nery.
Antes, apenas 20 guardas portavam pistolas. Agora, todos os 67 profissionais estão habilitados para o porte e uso dos equipamentos, inclusive com o laudo de habilitação.
Também, como garantia de profissionais qualificados, o efetivo está participando de duas semanas, em um total de 80 horas-aula, de estágio de aperfeiçoamento na Guarda Municipal de Jundiaí, uma das guardas mais bem equipadas e habilitadas do Estado de São Paulo.
http://www.caieiraspress.com.br/

GUARDA MUNICIPAL DE CARREIRA ASSUME O COMANDO DA GUARDA MUNICIPAL DE BARBACENA.

Domith de Paula já como Comandante discursando em recente ato cívico pelos 15 anos da GMB  
Desde a segunda quinzena de Setembro a Guarda Municipal de Barbacena e comandada pelo Guarda municipal de carreira Luiz Cláudio Domith de Paula que responde também pela Secretaria Municipal de Defesa Social. Cargos que antes eram ocupados pelo Sr. Jorge Luiz Lopes de Oliveira que realizou bons trabalhos a frente da corporação.
O comando próprio nas Guardas Municipais e uma tendência nacional que valoriza o Guarda Municipal de carreira e solidifica a identidade das Guardas Municipais.
Segundo Domith de Paula, ele aceitou o convite da prefeita municipal Sra. Danuza Bias Fortes com tranqüilidade, pois por ser um GM de carreira, conhece toda dinâmica de trabalho da corporação. Disse ainda que seu primeiro desafio será aumentar o leque de atuação da GMB e com a já prevista chegada de novas viaturas, aumentar as rondas nos prédios e praças publicas e também intensificar a “Ronda Preventiva Escolar” que atende cerca de 32 escolas municipais.
Domith de Paula ingressou na Guarda Municipal de Barbacena.
Fonte:GM Carlos

Guarda Civil Municipal de Embu Guaçu é Pioneira no Emprego da Safir

 
No ano de 2010 foi apresentada a espingarda Safir T -14 ao Comando
da GCM pela Empresa Militaria, e após a realização de estudos referentes a
este armamento foram adquiridas 2 (duas) espingardas T- 14 para serem
empregadas no policiamento das equipes de apoio da GCM.
A espingarda T-14 foi desenvolvida pela empresa de armas Turca Safir,
é baseada no famoso AR – 15/M-16, mas tem várias características próprias
patenteadas.
A aquisição e o uso desta arma encontra-se no amparo legal da Lei nº
10.826/03 e Decreto nº 5.123/04.
Estrutura Regimental do Comando do Exército Brasileiro portaria nº 11-
Reservada de 24 de Outubro de 2008.
“Aprova as tabelas de dotação de armamento, munição e coletes
balísticos para as Guardas Municipais e dá outras providencias”.
A espingarda T-14 é uma excelente arma para ser empregada nas
equipes operacionais das GCMS.
Esclarece o Inspetor Eduardo Leite, Comandante da Guarda Civil
Municipal de Embu Guaçu – SP.
Fonte: Departamento de Comunicação Social.
enviado por EDUARDO LEITE Comandante da Guarda Municipal de Embu Guaçu

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Guarda Municipal de São Luiz conquista Aposentadoria Especial

Em apenas um artigo de uma lei municipal tudo se resolve! 
Simples e sem mistério!
Parabéns ao Prefeito, ao Legislativo e aos integrantes da Guarda Municipal de São Luiz pela institucionalização da Aposentadoria Especial





RESULTADO DA ENQUETE - O FUTURO DAS GUARDAS MUNICIPAIS É SER COMANDADO POR GUARDA MUNICIPAL

Resultado das pesquisas realizadas por este blog.
Opine se as Guardas Municipais dever ser Comandadas por:
Guarda de carreira.............................95% 
Militares..............................................0%
Forças Armadas..................................0%
Delegados............................................5%

Opine se as Guardas Municipais devem padronizar o uso do uniforme;
Sim....................................................95%
Não......................................................5%
Sem opinião.........................................0%
Tanto faz..............................................0%

O trabalho que as Guardas Civis Municipais ou (em algumas cidades) Guardas Municipais realizam requer muito conhecimento, especialização e sobre tudo pessoa altamente habilitado para atuar na área de segurança pública municipal, pois necessita de conhecimentos tanto técnicos quanto administrativos, além de conhecer a Instituição Guarda Municipal, mas não é com esse tipo de profissional que as Guardas Municipais vem convivendo há anos.
Entra prefeito, sai prefeito e nomeia-se para comandar Guarda Municipal um oficial da reserva, seja da Polícia Militar seja das Forças Armadas ou muitas vezes até delegados, sempre em nome da política. Pior de tudo isso é que geralmente o comandante oriundo de outra instituição policial sempre ignorou o fato da Guarda Municipal estar inserida no contexto da segurança pública, isso porque fazem de conta que não existe o § 8º do artigo 144 da Constituição Federal.
Essa mudança constante de comando acaba afetando a corporação da GCM que por sua vez influencia no atendimento à população, isso acontece porque não tem a continuidade da prestação de serviço já desenvolvido pela Instituição que está dando resultado, muitas vezes e quase sempre é assim, há necessidade de recomeçar do zero novamente toda vez que muda um comando.   
Mas estamos vendo com bons olhos as mudanças certeiras que estão ocorrendo, já são várias Guardas Municipais que estão sendo comandadas por Guardas de carreira, não tem como ser diferente, quem entende e conhece Guarda Municipal, segurança pública municipal, sua cidade e sua população é o próprio Guarda Municipal.
Por quais motivos profissionais de outras áreas não comandam Polícias Civil e Militar? Por este mesmo motivo esses oficiais não devem comandar Guardas Municipais.
Ainda bem que os Guardas Municipais estão cada vez mais buscando sua própria identidade, estão “acordando”, buscando por meios próprios se capacitar, hoje sabemos que tem muitos Guardas formados em diversos cursos de nível superior inclusive Guardas que possuem pós-graduação, isso é um verdadeiro avanço para os profissionais da Guarda Municipal.
O futuro das Guardas Municipais é ser comandado por Guardas Municipais.  

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ SURPREENDE MENOR PILOTANDO MOTO.

Quando os patrulheiros da Guarda Civil Municipal realizavam deslocamento preventivo pelo Bairro Jardim Vante - Avenida Silvio Brand Correa, depararam com um casal numa moto que ao ver a viatura se assustou, ao averiguar a situação, os GCMs descobriram que quem estava pilotando era uma menor e o garupa não possuía CNH, diante das circunstâncias, a moto foi apreendida no pátio da Delegacia e o casal apresentado ao Delegado de plantão.

VEÍCULO E DROGAS SÃO APREENDIDOS PELA GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ


Em patrulhamento preventivo pela Rua Felix Rocco, Jardim Vante, a equipe da Guarda Civil Municipal suspeitou de um veiculo com três ocupantes em seu interior, todos conhecidos no meio policial por tráfico de drogas, a abordagem foi realizada, descobriu que o motorista não possuía CNH, ao realizar uma busca minuciosa no interior do veiculo, a equipe localizou drogas no quebra-sol. Veículo e suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Plantão.

sábado, 15 de outubro de 2011

O FUTURO DAS GUARDAS MUNICIPAIS COMANDADAS POR GUARDAS

Lamentáveis certas declarações de pessoas que se dizem especialistas em segurança pública, ao firmar na mídia que a atuação das Guardas Municipais não faz diferença alguma para a segurança pública municipal. Há até há declaração, no mínimo equivocada, de um Cel. comparando a atuação das Guardas Municipais á dos "flanelinhas"!!!
É público e notório, de norte a sul no Brasil, que as Guardas Municipais sempre chegam quando chamadas. Em muitos casos, é sabido que a PM escolhe ocorrência. Procuram evitar as que chamam de M.O (mão de obra, que são exatamente aquelas de auxílio ao publico, que as Guardas desenvolvem com muito carinho e competência!) É senso comum de que as guardas sempre chegam primeiro.
Estranhamente, não raro, além de chegarem depois da ocorrência já estar sendo atendida, ainda querem conduzi-la para o plantão policial, como se eles (PMs) tivessem feito o atendimento, e desta forma incluir em seus registros, bancos de dados e estatísticas.
O número de ocorrências registradas pelas Guardas Municipais, em muitos municípios, supera aos da PM.
Merece destaque, por exemplo, os sequestros da filha do Silvio Santos (Cotia) e da mãe do jogador Gratite (Artur Nogueira). Ambos cativeiros foram localizados pelas Guardas Municipais desses municípios.
Diariamente, de leste a oeste neste país há registros de flagrantes de todos os tipos feitos por Guardas Municipais. Basta dar um olhadinha nos inúmeros blogs de Guardas Municipais na Net.
Alegar que as Guardas, tanto faz existirem ou não, que em nada altera a qualidade da segurança pública municipal é no mínimo estar mal informado ou se desqualificar como especialista e se classificar como "achista"!

Por outro vértice, as Guardas Municipais tem sua responsabilidade por estas divulgações inconsequentes.

Na verdade, as Guardas não foram capazes, até o momento, de se UNIREM para adotar e implantar um sistema único de registro de ocorrências e banco de dados.
Cada Guarda ou cada região, trabalha e registra as ocorrências do seu jeito, impossibilitando uma tabulação, gráficos, análises estatísticas e avaliações metodológicas de suas atuações. Daí impossibilitando uma divulgação consistente que venham fazer frente aos comentários sem fundamentos no mídia. Ora se as afirmações estão longe da realidade, desmentir sem dados também não conseguem demonstrar a realidade!

Há muita fogueira de vaidades envolvendo os comandos das Guardas Municipais. O próprio Conselho nacional das Guardas Municipais que deveria promover esta unificação de dados, teve à sua frente nos último 4 anos, uma direção personalista que impediu a implantação de um sistema simples, barato e único interligando todas as Guardas.
Enquanto isso, fica um vácuo que os "especialistas" a serviço de outras instituições, sejam públicas ou privadas, ocupam divulgando inverdades ou meias verdades disseminando insegurança para a população e abatendo a auto-estima dos Guardas.
Mais uma vez, chamo atenção: As associações e lideranças devem promover mais eventos de conscientização da categoria do que eventos de simples e inconsequente mobilização.
Os Guardas Municipais necessitam muito mais de informação para consolidação de sua identidade profissional de forma clara e objetiva do que de mobilizações onde palavras de ordem são ditas, mas muito pouco contribuem para consolidar a identidade do profissional guarda municipal.

Temos que ter em mente o futuro das Guardas sendo traçado pelos próprios Guardas.

Mas para isso o Guarda, futuro gestor, deve estar bem informado e conscientizado, assim como a própria categoria como um todo, para saber exigir e se impor. Daí repito, a importância de eventos de conscientização, de formação, de capacitação e, principalmente, de gestão.
Em Mangaratiba-RJ tivemos um encontro de Guardas da Região Costa Verde do estado, que reuniu Guardas de 25 Municípios. Foi um sucesso!!! Foi um evento que durou o dia todo levando conhecimento, informação positiva, conscientização. Os próprios Guardas ficaram impressionados com a carga de informações e de conhecimentos adquiridas no evento.
É deste tipo de evento que as Guardas Municipais estão carentes.
A Guarda Civil Metropolitana e São Paulo está promovendo a ESCOLA DE COMANDO DA GUARDA CIVIL METROPOLITANA. Uma iniciativa ímpar, onde tenho a honra de ser um dos instrutores!
Estou me disponibilizando a levar este curso para todo o Brasil, norte, nordeste, pois acredito que é a melhor forma da Guarda ser comandada com competência pelos próprios Guardas Municipais. Aliás, já que as PMs são referência, eles possuem suas academias que geram os comandantes futuros.
Está na hora de pensarmos em formar nossos futuros comandantes.

Me impressiona o enorme número de Guardas procurando informações e...
em contrapartida, a ausência de gestores de Guardas Municipais se informando ou interessados...
Daí a conclusão: Os Guardas Municipais de carreira é que devem se preparar, por meios próprios, para se capacitar para assumir o comando das GMs, mesmo contrariando interesses de alguns gestores da atualidade, pois se depender do interesse de muitos gestores, a Guarda continuará da forma que está e algumas poderão até piorar...
è triste escrever isto...
Mas o alerta tem que ser dado! Um abraço a todos
FONTE: http://segurancapublicamunicipal.blogspot.com/2011/10/o-futuro-das-guardas-municipais.html#comment-form
 

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

COMANDANTE DA GUARDA MUNICIPAL DE VARGINHA, MAURICIO MACIEL, MINISTRA PALESTRA NO II CONGRESSO BAIANO NO MUNICÍPIO DE SERRINHA-BA

Comandante da GM de Varginha , Mauricio Maciel, nos dias 06 e 07 de outubro de 2011 participou do 2° Congresso Baiano das Guardas Municipais, cujo tema central foi “A Guarda Municipal Como agente de Prevenção e Defesa da Cidadania” no município de Serrinha-Ba.

O 2º Congresso das Guardas Municipais do Estado da Bahia foi um sucesso, o encontro serviu para ampliar a discussão e buscar soluções mais claras e específicas para os problemas enfrentados no trabalho das Guardas Municipais e suas padronizações. O evento contou com representantes de 37 municípios baianos e 5 Estados Brasileiros.

O evento foi organizado pela Associação da Guarda Municipal de Serrinha (AGMS), foram discutidos assuntos de extrema importância para as GMs desempenharem seu papel na Segurança Pública Municipal. Contou com a presença de diversas autoridades a exemplo do prefeito municipal Osny Cardoso (PT), que valorizou os agentes apoiando na Marcha Azul marinho pelas ruas da acolhedora cidade de Serrinha – BA.

A presença de Guardas Municipais, Gestores de Segurança Pública, visitantes de diversas regiões, além de palestrantes e autoridades ligadas ao Conselho Nacional das Guardas Municipais, mostrou que o objetivo foi alcançado, possibilitando a troca de experiências com outras Guardas.

Segundo Comandante Mauricio Maciel, que ministrou palestra para um auditório lotado, ressaltou o esforço da Associação da Guarda Municipal de Serrinha (AGMS), pelo sucesso do evento e no final um simbólico abraço na praça central da cidade com participação da comunidade local, apoiado pelo presidente da ONG SOS Segurança da Vida, Mauricio Domingues- Naval .

"O Congresso foi coroado de pleno êxito, superando as expectativas, eventos como esse são importantes para a união da classe em âmbito nacional para ser discutido o padrão de serviço, precisamos cada vez mais ampliar o nosso trabalho e contribuir para a proteção dos cidadãos," Cmt Maciel.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

FORA CORONEL!!!

Se quisermos ser realmente os donos dos nossos destinos precisamos aprender a comandar as nossas vidas, e isto vale também para nossa vida profissional.

Já ouvi por diversas vezes, companheiros reclamando que somos comandados por Oficiais da Policia Militar e que a Policia Militar quer acabar com as Guardas Municipais.

Mas a pergunta é, estamos nos preparando para comandar as nossas próprias instituições?

Ou continuamos achando que quem trabalha no setor administrativo é vagabundo...

A verdade é que de nada adianta todo efetivo ir para rua, se tivermos que depender de outras pessoas para questões que são tão indispensáveis para o nosso dia a dia.

Outro dia, por exemplo, conversei com um grupo de Guardas que não podiam ir para o estande de tiro porque o laudo psicológico não estava em dia.

Ou ficamos sabendo que existem Guardas Municipais que tem uma estrutura muito boa, mas ainda não tem um Plano de Carreira, ficando as promoções de novos graduados condicionadas a vontade política local. E o que é ainda pior, o Inspetor de hoje pode ser o Guarda de amanhã!

Concluindo, ou melhor, ainda falta mais uma.


Fora os vários simpósios que já fui, onde viviam falando de coisas que a gente já está careca de saber, como Artigo 144, PEC 534, mas nada mudava.

Somente posso dizer, Graças a Deus que tem gente pensando na gente em Brasília, e que o que precisamos não é ficar gritando FORA CORONEL, mas sim trabalhar para termos COMANDANTES CAPACITADOS EM NOSSAS GUARDAS MUNICIPAIS.

Temos é que tomar cuidado sim com colegas que já estão se fechando em clubinhos, associações ou ainda empresas que se prontificam a dar aulas para nossos companheiros, mas sem o devido preparo ou pior, pegando professores a laço.

O momento é de humildade, e trabalho, muito trabalho.

FONTE: http://nucleodeestudosgms.blogspot.com/
Osvaldo Zuim Junior
Guarda Municipal de Jundiaí

Comandante da GM, José Sepúlveda fala sobre segurança em Rio Claro

O comandante da Guarda Civil Municipal de Rio Claro, José Sepúlveda: “Monitoramento por câmeras em áreas estratégicas será um divisor de águas na segurança do município”

Marcelo Lapola
A Guarda Civil Municipal de Rio Claro (GCM) conta hoje com um efetivo de 163 guardas, sendo 28 mulheres e 135 homens. No comando da instituição desde janeiro de 2009, José Sepúlveda, que já contabiliza 15 anos de carreira junto à GCM, conta que seu trabalho foi intenso no sentido de desenvolver a corporação.
Para o comandante da GCM, José Sepúlveda, o que garante o bom trabalho de todos é a motivação.
“Em todo esse tempo, avalio que aumentou nossa responsabilidade por conta do trabalho que passamos a desenvolver na cidade. Hoje, felizmente, a Guarda está mais equipada, treinada e capacitada, buscando sempre novos projetos para poder ter uma aproximação maior com a sociedade. Começamos a ocupar mais os espaços, com trabalho preventivo de forma setorizada. Até aos chamados conseguimos atender cada vez mais rápido”, salienta.
Recebido no Café JC pelos jornalistas Sidney Navas, Carla Hummel e Marcelo Lapola, Sepúlveda veio acompanhado dos GCMs Oziel Fernando da Silveira Campos, Sabrina Roberta Christofoletti e Adão Dias de Souza.
Com relação à implantação do monitoramento por câmeras em pontos estratégicos do município, Sepúlveda disse que a medida irá contribuir de maneira decisiva para a prevenção ao crime no município.
“O monitoramento será um divisor de águas. Vamos flagrar pessoas em atitudes suspeitas e teremos ainda mais condições de prevenir as práticas criminosas. A previsão de instalação das outras câmeras, acredito, é até o final deste ano. A primeira câmera já está em atividade, em frente à sede da Guarda Civil Municipal”, afirmou o comandante.
Sobre a relação da GCM com a Polícia Militar, Sepúlveda afirmou que é de cooperação e ações conjuntas. E sobre as atribuições de um e outra no município, ele disse que o debate já caminhou para um consenso.

“A Guarda Civil Municipal é a polícia do município. A Polícia Militar tem obrigação da segurança pública. Missão dela é essa. A GCM, nesse contexto, nas cidades em que o prefeito investe, como é o caso de Rio Claro, entende que é instituição que também pode ir além da preservação do patrimônio, bens e serviços municipais. Assim, nossas atribuições são ampliadas para que também possamos fazer um trabalho preventivo. A polêmica sobre as atribuições ocorreu mais no começo, até um pouco por falta de informação. Com a integração das forças em Rio Claro, acabou-se com as celeumas nesse sentido”, reiterou.
Segundo Sepúlveda, a Guarda atua em Rio Claro como polícia do município graças ao trabalho da Vigilância Patrimonial. “Hoje há mais de 100 prédios municipais em que se têm os vigias. Desse modo, a GCM consegue trabalhar de forma setorizada, dedicada à prevenção e combate à criminalidade, em conjunto com a Polícia Militar e a Civil”, ressaltou.
Para aquelas cidades que querem melhorar a sua Guarda Municipal, hoje Rio Claro é referência para a região, segundo Sepúlveda.
Segundo as estatísticas apresentadas pelo comandante, em agosto foram 160 ocorrências com 60 flagrantes. “Também localizamos 146 veículos em toda a cidade. Temos nos esforçado buscando apoio da administração para manter a regularidade dos nossos serviços diários, manter nosso efetivo sempre atuante, capacitando, treinando. Nosso trabalho é difícil, de muita responsabilidade, ter um compromisso com a sociedade tem que gostar da profissão”, enfatiza.
Para Sepúlveda, a Guarda Civil Municipal jamais deve ser usada politicamente. “Todo prefeito que entrar tem que enxergar a GCM como a polícia do município, e não usá-la para meios políticos. Em Rio Claro felizmente a GCM só cresceu e melhorou nos sucessivos governos. Que o próximo prefeito que for eleito tenha essa visão e que nos dê sempre condições de trabalho”, analisou.
Sobre o projeto de construção de bases da GM em bairros do município, como no Jardim São Paulo, por exemplo, Sepúlveda diz que é melhor que os locais sejam pontos de referência.
“Não adianta fazer uma casinha e colocar um guarda lá. Acaba que ele vira um alvo fácil dos bandidos. Um local como esse pode, sim, ser um ponto de referência para o guarda estacionar, ir ao banheiro, tomar uma água, um café, e voltar a fazer o patrulhamento nas ruas. Há uma diferença entre base e ponto de referência, e o segundo é melhor, na minha opinião”, afirmou o comandante.
Sepúlveda comentou ainda sobre a prisão de um dos membros da GCM sob a acusação de associação ao tráfico de drogas. “Qualquer empresa tem sempre um percentual dos que vestem a camisa da empresa e outros não. Pessoas são uma caixinha de surpresa. Quando o GCM entra é feita uma investigação social. Na época estava tudo em ordem com ele. Portanto, se realmente for comprovado que ele foi envolvido em tudo que está sendo acusado, deve ser punido. Já abrimos um processo administrativo para apurar o caso. Se for comprovada a associação ao tráfico, haverá uma demissão sumária. O trâmite na corporação segue junto à corregedoria da GCM”, salientou Sepúlveda.
Sobre a possibilidade dos guardas municipais desenvolverem outras atividades remuneradas em suas horas de folga, Sepúlveda afirmou não haver um impedimento legal explícito em lei. Mas, pessoalmente, ele se posiciona contra os “bicos”.
“Para nós, não vejo nenhum problema interno do GM fazer outra atividade em suas horas de folga. Agora, segundo a legislação, independente de onde ele esteja, se for convocado a qualquer momento, ele deve se apresentar. O regulamento disciplinar amarra essas situações. Sou contra o bico e a favor do agente de segurança ter um salário digno”, declarou o comandante.
Sobre os projetos preventivos e de aproximação com a comunidade, a GCM Sabrina Roberta Christofoletti falou sobre o “Drogas, Não Entre Nessa”, desenvolvido junto às escolas municipais
Trabalhamos na rede municipal e atendemos também a rede estadual e privada quando somos solicitados. No primeiro semestre atendemos 9 mil crianças no Ensino Fundamental. Na semana do trânsito também damos palestras às crianças e elas participam. Tem premiação. Fizemos um trabalho com teatro também. O projeto da GCM começou em 2000. E em 2010 que ele se desenvolveu. Acredito muito na prevenção.
Temos parceiros e a prefeitura também dá um apoio muito grande”, detalhou Sabrina.
O também GM Oziel da Silveira Campos deu alguns detalhes sobre o mais novo projeto da Guarda Municipal. “Lançamos o projeto de iniciação musical para crianças de segunda a quarta série na Escola Maria Marrote. Esse projeto usa a flauta doce como instrumento. Já temos 32 alunos e estamos em caráter inicial. Estamos formatando o projeto ainda. Com isso, a intenção e montar uma orquestra de flauta doce e também fazer oficinas com outros instrumentos para mostrar que a flauta pode ser um instrumento base para o desenvolvimento musical”, disse Oziel.
O GM Adão Dias de Souza falou ainda sobre o projeto de combate ao cerol e distribuição de antenas para as motos. “Nosso trabalho com o GCM Santos inclui palestras sobre o cerol, motocicletas e bicicletas. Esse é um trabalho que as indústrias nos pedem para fazer nas semanas das Cipas (Comissão Interna para Prevenção de Acidentes)”, ressaltou o guarda municipal Adão.

FONTE: http://jornalcidade.uol.com.br/rioclaro/ultima-pagina/cafe_jc/82495-Comandante-da-GM-Jose-Sepulveda-fala-sobre-seguranca-em-RC

JEREMOABO: CONGRESSO DISCUTIU GUARDA MUNICIPAL COMO AGENTE DE PREVENÇÃO E DEFESA DA CIDADANIA.


Associação da Guarda Municipal de Jeremoabo (AGMJ) promoverá um Fórum, que contará com a presença de Guardas Municipais de diversas cidades da Bahia

Por Adalberto Moreno/Adaptação
Nos últimos dias 06 e 07 de outubro, o município de Serrinha sediou o II Congresso Baiano das Guardas Municipais, cujo tema central foi “A Guarda Municipal Como agente de Prevenção e Defesa da Cidadania”. A abertura do evento, que foi organizado pela Associação da Guarda Municipal de Serrinha (AGMS), contou com a presença de diversas autoridades a exemplo do prefeito municipal Osny Cardoso (PT), secretário municipal de Administração, Capitão da Polícia Militar, Comandante da GM, Delegado da Polícia Civil. O Congresso teve como palestrantes o representante do Instituto PROSEM, Marcus Vinícius Júnior; a GM Olívia Fonseca Ramos, de Salvador; o Presidente do SINGUARDA-SP, Carlos Augusto; o presidente FEBAGUAM (Federação Baiana das Guardas Municipais), GCM Nelson da Silva Quirino;  GCM Denis Santiago;  Cap PM Agassiz, a Coordenadora Geral dos Direitos Humanos e Segurança da Presidência da República, Rosa Maria Glória de Almeida; Cmt da GM da cidade Varginha/ MG, Maurício Donizete Maciel; o Presidente da Região Sudeste do (CNGM), Cmt Marcus Adriano, Diretor de Políticas Especiais do Conselho Nacional das Guardas Municipais e Vice-Presidente da FEBAGUAM e o grandioso GM Maurício Domingues (Naval) de SP.
No dia 07, a Marcha Azul Marinho saiu pelas principais ruas de Serrinha, onde todos os Guardas Municipais desfilaram tornando um evento fantástico, mostrando a história e luta da instituição. Na ocasião, a Guarda Municipal de Jeremoabo, Manuela Alves dos Santos Neto, afirmou que a GM jeremoabense está evoluindo a cada dia que passa. “O desejo de adquirir novos conhecimentos contribui para que isso aconteça. Para obter bons resultados é essencial que surjam o desejo e a força de vontade dentro de cada um. Agradecemos o apoio do Prefeito João Batista Melo de Carvalho, ao chefe de Gabinete Marco Antonio, o Secretário de Administração Elson Bispo, o Presidente da Câmara de Vereadores Antonio Chaves, ao Comando da GMJ e a todos que acreditam e reconhecem o trabalho da Guarda Municipal de Jeremoabo”. Manuela dos Santos informou ainda que em janeiro de 2012, a Associação da Guarda Municipal de Jeremoabo (AGMJ) promoverá um Fórum, que contará com a presença de Guardas Municipais de diversas cidades da Bahia e outros estados. “Esperamos contar com o apoio das autoridades do nosso município, comércio local, dos meios de comunicações e da população para que esse evento se efetive com tremendo sucesso”. Com informações e fotos  da GM de Manuela Alves dos Santos Neto.

 

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

CIRO PINTO FERREIRA GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ RECEBE TÍTULO DE POLICIAL PADRÃO


O Subinspetor Ciro Pinto Ferreira é o Policial Padrão do ano de 2011/2012.
Cumprindo a Lei 4.341 de 05 de maio de 2006, através de eleição realizada entre os Guardas Civis Municipais em escrutínio-secreto é eleito, com maior número de votos, o Guarda Civil para receber o Titulo de Policial Padrão em reconhecimento ao excelente desempenho profissional e relevantes serviços prestados ao Município de Porto Feliz.
O voto é facultativo e é assegurado a todos os Guardas Civis Municipais, mesmo estando afastado das funções.
Ao votar o eleitor deverá levar em consideração os seguintes requisitos do candidato:
I-                   postura;
II-                  assiduidade;
III-                pontualidade
IV-              o empenho profissional;
V-               o espírito de companheirismo;
VI-              a iniciativa nas ações;
VII-            a tratabilidade e cordialidade com o público;
VIII-           a disciplina e lealdade;
IX-              não tenha sofrido penalidade administrativa nos últimos 365 dias;
X-               estar, no mínimo, no bom comportamento. 

QUEM É CIRO PINTO FERREIRA:

Subinspetor de carreira da Guarda Civil Municipal de Porto Feliz, natural da cidade de Itararé/SP, ingressou na GCM é 1985, é um dos fundadores da GCM.
Formado em Gestão Ambiental e graduando no 4ª. semestre em Direito, acredita que os estudos é a melhor forma de adquirir conhecimentos, ele diz que sempre incentiva os Guardas a estudarem também. O Subinspetor Ferreira, que exerce trabalhos administrativos na GCM, é casado com a, também, Guarda Civil Municipal Feminina Ivete Gonçalves Ferreira.
O Titulo de Policial Padrão foi entregue pela Câmara Municipal de Porto Feliz em Sessão Solene de abertura dos festejos comemorativos da 56ª. Semana das Monções, que realizou-se no dia 07 de outubro da 2011.
É a segunda vez que o Subinspetor Ferreira é eleito Policial Padrão, o primeiro foi em 2009/2010 e agora 2011/2012.  


Parcerias entre o Estado e Município reforçam ações da Segurança Pública

Bombeiros e as Polícias Civil e Militar ampliam cooperação com a Guarda Municipal de São Luís
O secretário municipal de Segurança com Cidadania, Luiz Carlos Magalhães, declarou na manhã de ontem que, graças à determinação do prefeito João Castelo, a Guarda Municipal de São Luís está totalmente inserida no contexto do Sistema de Segurança Pública da Capital.
Em entrevista ao Jornal Pequeno, Magalhães observou que o Estado e o Município estão conseguindo avançar consideravelmente em ações conjuntas, para reforçar a prevenção e o combate à violência e à criminalidade. 'Não se faz Segurança Pública sozinho e de forma isolada', afirma o secretário.
Segundo ele, a Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) tem obtido um apoio muito forte do Corpo de Bombeiros nas ações dos Salva-vidas e da Defesa Civil. E A Polícia Civil tem sido uma parceira de primeira hora em todas as atividades da Semusc, especialmente nas ações conjuntas de enfrentamento à poluição sonora e pirataria.
'Na verdade, no fluxo de Justiça Criminal temos diversos atores e quando a Guarda Municipal se depara com um crime em flagrante o caminho legal é o encaminhamento para a Polícia Civil. Portanto, sempre estamos juntos na luta contra a violência', afirmou Luiz Carlos Magalhães, nesta entrevista:
Jornal Pequeno – E como se dá o trabalho com os demais órgãos do Sistema de Segurança Pública?
Luiz Carlos Magalhães – No tocante à Polícia Militar nossa parceria é mais forte, por ser mais constante. Quase toda semana temos atividades conjuntas com a briosa Policia Militar do Estado do Maranhão. A própria Superintendência da Polícia Federal tem uma forte parceria conosco. O curso de tiro dos guardas municipais é ministrado com instrutores da Polícia Federal. A integração das forças federais, estaduais e municipais aqui na capital é real e efetiva.
JP – Qual foi a intenção do prefeito João Castelo ao criar a Secretaria de Segurança com Cidadania?
Magalhães – A Lei 5.077 de 27 de abril de 2009 que criou a Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) diz que sua finalidade é a de definir, executar e coordenar a Política Municipal de Segurança Pública com Cidadania, realizando ações de prevenção do crime, da criminalidade e da desordem pública, bem como a defesa civil e ações conexas, em articulação com as políticas de segurança pública de órgãos federais, estaduais e municipais, e com instituições não governamentais socialmente comprometidas com a execução das mesmas.
Portanto, podemos observar que as Ações Integradas de Segurança Pública estão presentes já no 'registro de nascimento' do órgão, tanto que possuímos um Assessor Especial de Gestão Integrada Municipal, o senhor Antônio Carlos Annes.
A intenção do prefeito João Castelo foi de dar sua contribuição para que o município pudesse ter um órgão que ajudasse na implantação de políticas públicas com foco na prevenção do crime e da criminalidade, orientando os trabalhos da Defesa Civil e da Guarda Municipal de São Luís nesse sentido.
Nesse aspecto não temos dúvidas de que a Semusc, por meio dos seus órgãos, vem contribuindo de forma efetiva para o resgate de jovens e crianças das influências do crime e da violência.
JP – Que trabalhos a Semusc desenvolve para a prevenção da violência e da criminalidade em São Luís?
Magalhães – A Guarda Municipal de São Luís possui cinco grupos específicos: o Grupo de Ações Comunitárias (GAC), o Grupo de Patrimônio e Operações (GPO), o Grupo de Apoio ao Turismo (GAT), o Grupo de Segurança Escolar (GSE) e o Grupo de Proteção Ambiental (GPA), além do Corpo de Salva Vidas e da Banda da Guarda Municipal.
Sempre procuramos incentivar que os próprios guardas municipais utilizem seus talentos e treinamentos técnicos para que com criatividade elaborem projetos que nos ajude a implantar a cultura de paz em São Luís.
Podemos destacar projetos como a Blitz Ambiental do GPA; o Projeto Minha Escola uma Casa de Paz e Bullying Isso não é Brincadeira do GSE; Beleza com Cidadania e Ações Sociais do GAC; Projeto Turista Legal e Passeios Educativos no Centro Histórico do GAT; As atividades de patrulhamento preventivo nos Terminais de Integração, Parque do Bom Menino, jogos de futebol do Nhozinho Santos e eventos festivos da Prefeitura (Carnaval, São João etc) realizado pelo GPO; Atividades educativas e preventivas realizadas nas praias pelos Salva-vidas, além das apresentações da Banda que buscam aguçar a curiosidade pela música que é um forte catalizador do bem em uma sociedade.
JP – De que forma a Segurança com Cidadania busca dialogar com a sociedade?
Magalhães – A Semusc possui uma Ouvidoria cuja titular é a psicóloga Dra. Rita Calmon. A Ouvidoria está instalada no Complexo Municipal de Segurança com Cidadania, no bairro da Alemanha. Esse setor da Semusc está sempre à disposição da sociedade para coletar reclamações ou sugestões pelo telefone 3212.8474.
Temos também uma parceria muito forte com o ONG Disque Denúncia do Maranhão, e temos inclusive uma Guarda Municipal atuando no apoio dessa parceira na sede do Disque Denúncia do Maranhão.
Entretanto, a nossa Ouvidora nos trouxe a proposta de estar mais próxima da população e elaborou um cronograma onde a sua equipe irá percorrer os locais que a Guarda Municipal atua, inicialmente no Terminais de Integração, para realizar pesquisa de satisfação e ouvir a população sobre como podemos melhorar nossos serviços. Essa atividade tem previsão para começar no final de novembro, por ocasião do aumento do fluxo de pessoas que ocorre no final de ano.


sábado, 8 de outubro de 2011

CAMPANHA: CEROL TÔ FORA! A GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE PORTO FELIZ REALIZA PALESTRA SOBRE CEROL NO PROJETO AABB COMUNIDADE.

Os Guardas Civis Municipais Ivete Gonçalves Ferreira e Antonio Batista de Oliveira Pinto realizaram nesta quinta-feira dia 06 mais uma palestra para mais de sessenta alunos sobre o perigo do uso de cerol nas pipas, desta vez o público alvo foram aos alunos do Projeto Social AABB Comunidade do período da manha e tarde.
Em julho de 2010 foi promulgada em Porto Feliz a Lei Municipal nº. 4.845, que proíbe a comercialização e uso do cerol.
Dados estatísticos da GCM registraram cento e vinte e três (123) ocorrências registradas entre 2009 e 2010 envolvendo jovens entre 08 a 16 anos, utilizando cerol nas pipas. A maioria das ocorrências foi registrada nos meses de julho e dezembro, período das férias escolares, e agosto e setembro, devido aos ventos favoráveis.
Cerol é uma mistura criminosa de vidro moído e cola de madeira que é utilizado nas linhas de pipa, sendo este um fator de grande preocupação, pois os riscos provocados pelo uso do cerol vão desde os cortes superficiais até os cortes profundos, muitas vezes mortais.
O objetivo da Campanha CEROL TÔ FORA! é esclarecer às crianças e adolescentes que a Guarda Civil Municipal não quer proibir a brincadeira saudável de soltar pipa e sim proibir o uso do cerol nas linhas das pipas que provocam graves acidentes, alguns mortais, provocados pelo uso do cerol.
Para a GCMF Ivete o importante também é que através das palestras podemos promover aos alunos capacidade de se tornarem multiplicadores em suas comunidades, as crianças tem uma percepção aguçada para entender e repassar o que aprendeu.
Durante a palestra os estudantes conheceram a história da pipa, seus variados modelos e nomes dados as pipas em regiões brasileiras, conheceram os acidentes provocados pelo cerol, e assistiram vários vídeos educativos sobre pipas e suas historias.  
No final da palestra todos puderam levar para os pais folder explicativo sobre o cerol incluindo a lei que proíbe o uso do cerol.